segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

ENTRANDO NO ANO NOVO

ENTRANDO NO ANO NOVO








Chego alegre ao fim do ano
E também bem comovido
Tanto erro, meu, humano,
E Deus tem me socorrido,
Sou apenas um gusano
Que por graça foi remido.
Deus bondoso, soberano,
Estou muito agradecido!
E no novo ano entrando
Quero fazer tua vontade,
Cada dia ir andando
Com toda dignidade,
Mais e mais a ti amando
E crescendo na verdade,
Ver que estás me transformando
Pra viver em santidade.
Tu me dizes claramente:
Vai e entra na cidade
E então, oportunamente,
Saberás minha vontade.
É no meio desta gente,
Que vive na impiedade,
Que te quero combatente,
Testemunha da verdade.
São milhões angustiados,
Sem amor, sem esperança;
No pecado escravizados,
Entregues à intemperança,
Precisam ser alcançados
Pra que tenham confiança
E em Cristo libertados
Tenham a bem-aventurança.
Vou sair da minha rotina
E da triste indolência;
E com toda adrenalina
Pregar Cristo, com urgência.
Tirar vidas da ruína
É da minha competência.
Faço o que me determinas
E desfruto Tua assistência.
Gilberto Celeti
“Senhor, que queres que faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te e entra na cidade e lá te será dito o que te convém fazer” (Atos 9.6).